28
jun

Emissão de NFC-e será obrigatória em Minas Gerais a partir de julho; mudança traz economia para empresas

Notas podem ser emitidas em impressora normal e sem autorização do fisco

A emissão da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) será obrigatória em Minas Gerais a partir de julho, substituindo o cupom fiscal. A decisão é da Secretaria do Estado da Fazenda (SEF/MG) e vale para todas as empresas, inclusive varejistas.

De acordo com Reginaldo Stocco, CEO da VHSYS, startup que oferece software de gestão empresarial na nuvem, o processo já ocorre em diversos estados brasileiros e Minas Gerais é um mercado bastante amplo e rico no segmento varejista. "O uso desta versão traz várias vantagens para o empreendedor, como a utilização de qualquer impressora não fiscal, térmica ou a laser, sem precisar de uma autorização do fisco. Também dispensa Emissor de Cupom Fiscal (ECF) e intervenção técnica, simplifica as obrigações acessórias e economiza recursos físicos e de tempo para realizar as operações", explica.

Embora as mudanças facilitem a vida dos empresários e seja relativamente simples implantá-las, Stocco ressalta a importância de utilizar softwares ERP (sistema que facilita a gestão das empresas) para manter o controle das notas. "Ao utilizar esses softwares, é possível enviar as NFC-e para o e-mail dos clientes, fazer a impressão e consultar o histórico de emissões, tudo no mesmo sistema com apenas alguns cliques e sem precisar instalar nada", diz.

Vale destacar que a NFC-e é o documento fiscal destinado a documentar operações e prestações relativas ao ICMS em venda presencial, venda no varejo e vendas a consumidor final.

Vantagens

Além de não ser mais necessária a homologação do fisco para utilizar o software emissor da NFC-e, outra comodidade da mudança é que a nota do cliente pode ser encaminhada diretamente para o e-mail, economizando recursos com a impressão. “Para o empreendedor, isso significa ter maior liberdade para escolher as formas com que irá se adequar à lei, podendo optar por ferramentas mais baratas e práticas”, acredita Stocco.

Como emitir?

Para emitir a NFC-e é preciso realizar o credenciamento na secretaria de fazenda estadual, além de ter inscrição estadual regular, certificado digital, o programa emissor, impressora comum e o Código de Segurança do Contribuinte (CSC) emitido pelo estado.

Sobre a VHSYS

A VHSYS é uma startup paranaense que fornece um sistema online de gestão empresarial descomplicado para micro, pequenos e médios empresários. O sistema conta com módulos para emissão de nota fiscal, controle financeiro, vendas, estoque, além de ter desenvolvido uma loja de aplicativos exclusivos para o software, ampliando suas funcionalidades para o cliente final. A empresa foi criada e é dirigida por Reginaldo Stocco e Luan Stocco em 2011 e recebeu aporte em 2017. Com mais de 100 mil empresas que já utilizaram o sistema, a startup está localizada em São José dos Pinhas, região metropolitana de Curitiba. Em 2018, recebeu certificado da Great Place to Work como uma das melhores empresas para se trabalhar. Mais informações no site https://vhsys.com.br/.



« Voltar

18
set

Grande leilão online traz imóveis e veículos de Cianorte (PR) com preços abaixo dos praticados no mercado

Imóveis podem ser parcelados em até 30 vezes

+MAIS

17
set

Evento gratuito para novos empreendedores mostra o caminho das pedras para obter sucesso

Startup paranaense VHSYS promove webinar sobre gestão empresarial, compartilhando sua própria experiência

+MAIS

17
set

Imóveis de luxo ditam tendências sustentáveis

Itens como eficiência energética, conforto acústico e térmico e a reutilização de materiais são algumas das características dos prédios verdes

+MAIS

14
set

Unimed Laboratório lança mascotes para os pequenos pacientes

Turminha Monstrinhos Saudáveis transforma o atendimento às crianças em um momento lúdico

+MAIS