09
jul

Hospital Angelina Caron é credenciado pelo Ministério da Saúde para realizar transplantes pediátricos

Instituição de caráter filantrópico na Região Metropolitana de Curitiba é o terceiro hospital na Região Sul habilitado a transplantar pacientes de quatro meses a 16 anos

Referência internacional, o Serviço de Transplantes de Órgãos do Hospital Angelina Caron (HAC), em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, acaba de ser credenciado pelo Ministério da Saúde para realizar transplantes em pacientes pediátricos. A instituição filantrópica se une ao Hospital Pequeno Príncipe, de Curitiba, e à Santa Casa de Porto Alegre como um dos três hospitais aptos a operar o procedimento de transplante infantil na Região Sul.

“Estamos habilitados em todas as modalidades de transplantes, em especial fígado e rim, desde crianças de quatro meses até adolescentes de 16 anos. Os pacientes com esse perfil já podem entrar na fila e aguardar a compatibilidade, enquanto fazem a preparação clínica necessária conosco no hospital”, explica o médico João Nicoluzzi, responsável pelo Serviço de Transplantes.

Carência nacional

Segundo Nicoluzzi, os transplantes pediátricos são uma carência nacional, agravada pela complexidade do procedimento conforme a idade do paciente. “Quanto mais velho, mais parecido o organismo é com o dos adultos. Os pacientes muito pequenos precisam atingir o limite de dez quilos para o transplante. Os casos mais comuns são intrafamiliares, quando pais doam um rim ou parte do fígado para seus filhos. Doadores adultos de fígado também podem salvar duas vidas infantis, em geral”, detalha o cirurgião, informando serem poucos os casos de doação de órgãos de criança para criança.

À espera de um pulmão

Outro credenciamento importante do Hospital Angelina Caron, obtido já há dois anos, é o de transplante de pulmão: desde então, foram vários os processos para que o hospital e toda a equipe estivessem aptos a realizar o procedimento, além da preparação dos pacientes para a cirurgia, que será a primeira do tipo no Paraná.

“Atualmente, temos dez pacientes aguardando o órgão compatível. O processo é complexo e tem algumas particularidades fundamentais para a recuperação pós-cirúrgica. Não é necessária somente a compatibilidade sanguínea: os pulmões doados não podem ter sinais de infecção ou indícios de lesões por trauma. Além disso, devem ser compatíveis em tamanho com o receptor. São detalhes fundamentais que apontam para a importância da conscientização em prol da doação de órgãos no Brasil”, pontua o médico Frederico Barth, responsável técnico do Serviço de Transplante Pulmonar do HAC.

Inovação constante

Fundado há quase 20 anos, o Serviço de Transplantes do Hospital Angelina Caron está sempre em busca de inovações internacionais para oferecer aos pacientes o que há de mais moderno. Após sua fundação no ano 2000 pelos médicos João Nicoluzzi, Mauro Monteiro e Carlos Marmanillo, o serviço realizou em janeiro de 2001 o primeiro transplante de pâncreas do Paraná, um dos procedimentos mais complexos na área.

Em 2011, essa conquista foi seguida por outra: a primeira realização bem-sucedida, em todo o continente americano, de um transplante de fígado adulto com dois doadores vivos. O HAC é hoje um dos principais centros do país, com vasta experiência no transplante renal, pancreático e hepático, com uma média de 300 transplantes a cada ano.

 

Sobre o Hospital Angelina Caron

O Hospital Angelina Caron está localizado na cidade de Campina Grande do Sul, na Grande Curitiba (PR). De caráter eminentemente social e filantrópico, a instituição é um centro médico-hospitalar de referência no Sul do Brasil e um dos maiores parceiros do Sistema Único de Saúde (SUS) no Paraná. Realiza, anualmente, 2,07 milhões de procedimentos em pacientes de todo o país, sendo 93% pelo SUS. Atua em todas as vertentes da medicina e é um centro tradicional de fomento ao ensino e à pesquisa.  O Serviço de Transplantes de Órgãos é um dos mais destacados, reconhecido internacionalmente, com cerca de 300 procedimentos por ano nas áreas hepática, renal, reno-pancreática, cardíaca e de tecidos corneanos.



« Voltar

15
jul

Aquecimento a gás já é o preferido em imóveis populares

Residenciais do Minha Casa Minha Vida em Curitiba e região adotam a tecnologia que traz conforto e praticidade para o cliente

+MAIS

10
jul

André Gola inaugura linha de mochilas assinadas por artistas da marca brasileira Beatnik & Sons

A criatividade e humor do cartunista inspiram o design das peças da coleção, 100% feita à mão

+MAIS

05
jul

Magnetron desenvolve Chassi Didático para auxiliar na formação de mecânicos

O protótipo é 100% funcional e exibe todas as partes elétricas de uma motocicleta

+MAIS

04
jul

Prepare-se para Homem-Aranha: Longe de Casa assistindo toda trajetória do amigo da vizinhança no NOW

O NOW preparou um especial com todos os filmes do Homem-Aranha, para os fãs do super-herói verem e reverem todas as versões e peripécias do cabeça de teia nas telonas.

+MAIS