05
ago

“Quem casa, quer casa”: casais são maioria na busca pela casa própria em Curitiba e região metropolitana

Levantamento feito pela Ademi-PR mostra que 60% dos compradores de imóveis são casais. Destes, 31% querem deixar o aluguel e 85% apontam a localização como fator mais importante

É comum ouvir a expressão “quem casa, quer casa” para se referir a casais recém-casados, ou que estão em união estável. Quem pretende deixar o aluguel ou a casa de familiares responde por 60% dos potenciais compradores em Curitiba e região metropolitana, segundo levantamento da Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi-PR).

A pesquisa da Ademi é feita anualmente em parceria com a Brain Inteligência Corporativa e revela outras características: idade média de 38 anos, renda familiar entre R$ 4 mil e R$ 7 mil (48%) e assalariados com carteira assinada (44%). Voltando aos casais, 31% estavam morando de aluguel ou na casa de familiares.

“A redução dos juros para financiamento imobiliário e as oportunidades em apartamentos prontos que ainda existem no mercado tornam o momento favorável tanto para quem vai comprar o primeiro imóvel, como para quem pretende trocar a moradia atual por outra maior ou mais bem localizada. O aumento dos lançamentos também permite que o comprador planeje a aquisição do seu novo imóvel”, analisa o presidente da Ademi-PR, Leonardo Pissetti.

Localização é fator determinante

O levantamento aponta ainda que a localização é o item mais importante na decisão de compra para 85% dos entrevistados. Segundo Marcelo Lage, diretor da Valor Real Construções, a característica é sempre levada em consideração na hora de definir o endereço dos empreendimentos da construtora, em Pinhais e São José dos Pinhais.

“Mais da metade dos nossos clientes vêm de Curitiba, então sabemos que eles só vão escolher um imóvel na região metropolitana se a localização for muito conveniente. A facilidade de acesso à Curitiba, boa oferta de transporte público, proximidade a shoppings e principais pontos comerciais da cidade são sempre atrativos interessantes”, explica.

Em relação ao perfil sócio econômico dos moradores, Lage acrescenta: “Temos a maioria de clientes formada por casais jovens recém-casados, ainda sem filhos, com idades entre 25 e 34 anos, seguidos da faixa dos 35 a 44 anos. E na busca pelas redes sociais, as mulheres são predominantes. Para estes jovens casais, escolher um imóvel cuja localização se encaixe no seu estilo de vida é fundamental”.

 

Sobre a Valor Real Construções

A Valor Real Construções, com sede em São José dos Pinhais e fundada em 2010, desenvolve projetos no mercado da construção civil. A empresa atua na construção de edifícios residenciais na Região Metropolitana de Curitiba, desenvolvendo soluções com ótimo padrão de qualidade e excelente relação custo-benefício. Mais informações no site www.vrconstrucoes.com.br ou pelo telefone (41) 3046-3102.



« Voltar

24
jan

Ricardo Cintra é o novo treinador de Esportes Aquáticos do Clube Curitibano

Clube investe na formação de atletas e cria nova identidade para a modalidade

+MAIS

22
jan

Aplicativo inédito no país faz a gestão de materiais hospitalares no Hospital Angelina Caron

O sistema TOM (Tray Organizing Manager), desenvolvido pelo Grupo B. Braun, fornece dados em tempo real e revoluciona as rotinas no centro cirúrgico

+MAIS

21
jan

Gil Peñalosa é um dos destaques do Smart City Expo Curitiba 2020

Terceira edição do evento no Brasil reunirá grandes nomes da inovação ao redor do planeta para discutir a materialização das cidades inteligentes no Brasil e no mundo

+MAIS

20
jan

3 dicas para manter o sofá e colchão em bom estado

Limpeza profissional é recomendada pelo menos uma vez ao ano

+MAIS