17
jul

Hospital Angelina Caron realiza sete transplantes em 24 horas

Num mesmo dia, Central de Transplantes da instituição realizou três procedimentos de fígado e quatro de rim. Número é raro no país mesmo em tempos normais, pois envolve técnica e equipe capacitada

João Nicoluzzi (à esquerda) é o médico responsável pela Central de Transplantes do Hospital Angelina Caron. Foto: Divulgação SESA/AEN-PR

Em meio a tantas notícias pesadas no dia a dia médico hospitalar de enfrentamento da Covid-19, uma boa nova chega da Região Metropolitana de Curitiba: em 24 horas, a Central de Transplantes do Hospital Angelina Caron (HAC) realizou sete transplantes, sendo três fígados e quatro rins. Até então, o “recorde” da instituição havia sido seis órgãos num mesmo dia, “isso em tempos normais”, conforme relata o médico responsável pela central, João Nicoluzzi.

“Foram três fígados e quatro rins em 24 horas, realizado em 15 de julho. Poucos locais do mundo têm capacidade técnica e equipe para realizar tantos transplantes em pouco tempo, ainda mais em tempos de pandemia. Tivemos uma queda na doação de órgãos porque os pacientes ficam em UTIs, e agora as unidades estão sendo disponibilizadas aos pacientes com a Covid-19. Felizmente, aconteceu e foi um sucesso”, celebra.

Testagem de Covid-19

Os órgãos vieram da região de Londrina e Apucarana e foram ofertados ao HAC pelo Sistema Estadual de Transplantes do Paraná. “Nos preparamos com o protocolo de proteção e testagem de Covid-19, tanto nas pessoas que recebem os transplantes, quanto nos profissionais envolvidos na cirurgia. Isso deixa o ambiente o mais seguro possível dentro das possibilidades atuais”, explica Nicoluzzi.

Marco histórico

O médico relata ainda que o fato de poucos hospitais no Brasil realizarem esse volume de transplantes se deve à logística envolvida no processo. “Seguramente, poucos hospitais no país possuem salas e logística disponíveis para realizar tantos procedimentos em um mesmo dia, especialmente operações de fígado, que duram de cinco a seis horas. Para comparação, o transplante renal costuma levar duas horas. Ou seja, quando falamos de transplantes hepáticos, é mais complicado e envolve uma equipe maior”, pontua. Agora, a luta é para que esses pacientes transplantados se reestabeleçam bem e voltem para suas casas com saúde.

Referência em transplantes

Segundo dados de 2019 da Central de Transplante do Paraná, que divulga anualmente o compilado estadual, o Hospital Angelina Caron (HAC) realizou 233 transplantes no ano passado, mantendo-se como a instituição com mais procedimentos feitos no estado.

O desempenho é resultado das ações continuadas contra a desinformação e alguns temores que ainda envolvem a doação de órgãos. “Os resultados anuais são reflexo das ações para a conscientização e reflexão das famílias. A doação de órgãos ainda é um assunto tabu na sociedade, já que os números sempre podem melhorar. Precisamos continuar sensibilizando a população para a necessidade da doação de órgãos e mostrar quantas vidas podem mudar”, afirma o médico. 

A quantidade de transplantados pelo Angelina Caron representa 13% dos procedimentos realizados em todo o estado em 2019. Entre os órgãos de maior ênfase no hospital estão pâncreas/rim: dos 16 casos no Paraná, nove ocorreram no HAC (56%). 

Qualquer pessoa pode doar órgãos. Para doadores vivos, é preciso concordância e que não prejudique sua saúde. Pessoas em vida podem doar um dos rins, parte do fígado, do pulmão ou da medula óssea. Já para doadores falecidos, é necessário que seja constatada morte encefálica e que ocorra o consentimento da família.

Sobre o Hospital Angelina Caron

O Hospital Angelina Caron está localizado na cidade de Campina Grande do Sul, na Grande Curitiba (PR). A instituição é um centro médico-hospitalar de referência no Sul do Brasil. Realiza, anualmente, 2,07 milhões de procedimentos em pacientes de todo o país, sendo um dos maiores parceiros do SUS no Estado.  Reconhecido internacionalmente, o Serviço de Transplantes de Órgãos do hospital realiza anualmente cerca 250 procedimentos nas áreas hepática, renal, reno-pancreática, cardíaca e de tecidos corneanos, tendo ainda o credenciamento do Ministério da Saúde para transplantes pediátricos e de pulmão. Com investimentos frequentes em tecnologia e equipamentos de última geração, atua em todas as vertentes da medicina e é um centro tradicional de fomento ao ensino e à pesquisa.



« Voltar

07
ago

Construtora entrega residencial em São José dos Pinhais

Com cuidados redobrados no canteiro de obras, Residencial Canoas foi finalizado e começa a ser entregue pela Valor Real Empreendimentos aos 76 moradores

+MAIS

04
ago

Fundador da mLabs ensina empreendedores a vender mais usando as redes sociais

Rafael Kiso participa de live promovida pela startup vhsys, na quinta-feira, dia 6

+MAIS

03
ago

iCities Weaver: plataforma de eventos online tece conexões para promover negócios

Solução digital desenvolvida pelo iCities ocupa lacuna deixada pelos eventos presenciais. Comunidade virtual oferece conexões multissetoriais de netweaving

+MAIS

31
jul

Leilão de arte beneficente tem obras de Picasso e Poty Lazzarotto

Campanha Curitiba 18♡18 quer arrecadar 7.272 cestas básicas

+MAIS